domingo, 10 de maio de 2009

odeio a forma como você some,
odeio o fato de você não me ligar.
odeio não poder te tocar
e a forma como eu te amo.
odeio seu jeito gentil de ser
e seu jeito de sorrir.
odeio como você me fez feliz
e como nao mais me faz.
odeio nao poder te beijar
e nao fazer amor com você.
odeio nao poder te odiar,
nem um segundo, porque nao consigo deixar de te amar.

2 comentários:

Ston disse...

Menina, acho que sei do que está falando... É phoda!

Giuliano Quase disse...

puxa, vida!