quarta-feira, 11 de março de 2009

O amor é visceral?

Por que que a gente ama?
Será que os momentos felizes compensam os de tristeza?
Li numa revista que a região do cérebro
envolvida no processo amoroso,
está ligada a outras áreas cerebrais conectadas
diretamente com as vísceras, em particular com o estômago.
Isso quer dizer que o amor é visceral.
Por isso quando a gente ama
tem a sensação de se ter borboletas no estômago.
Que sensação é essa que todo mundo fala?
Eu nunca senti isso.
Alguém já comeu borboletas para saber qual a sensação
de se ter borboletas no estômago por acaso?
Expressão estranha essa.
Se o amor é mesmo visceral,
isso explica o porque tenho vontade de vomitar
quando amo alguém
ou talvez,
eu apenas tenha bebido demais.

3 comentários:

Renatinha disse...

na falta de imaginacao pra escrever algo novo, vai a repetiçao de um texto antigo...mas dos que mais gosto...

Ston disse...

o amor é besta e a gente é mais.

mario teixeira disse...

bestas são as borboletas, álcool arrebenta com elas.